3 de jul de 2007

Poesia toda

Ramos de filigranas
rosas, carmins,
preciosamente articulados,
como se os fios
desta velha tapeçaria
dançassem,
para mostrar, em sua pose,
a elegância dos seus leques,
antes da primavera.
.
foto e comentário: Jugioli
.

2 comentários:

un dress disse...

rOsa.rOsae.Rosa...roSa...

Contra-pontos disse...

Un dress...
de uma maravilha de cerejeira, em plena são paulo.

As @ Artérias

As  @ Artérias